Assinado contrato emergencial para obras na Escola Érica Marques, em Terra de Areia

09/03/2020

Assinatura ocorreu na secretaria de Obras nesta segunda-feira, 9 de março

Na tarde desta segunda-feira, 9 de março, o secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, assinou o contrato emergencial que autoriza a contratação da empresa responsável pelas obras na Escola Érica Marques, em Terra de Areia. Serão investidos R$ 498.042,00 na reforma da única instituição de Ensino Médio do município. A escola atende 800 alunos e está interditada desde agosto do ano passado.

A obra abrangerá blocos do Ensino Médio, do departamento Administrativo, do Ensino Fundamental e a execução do novo sistema de esgoto sanitário e da nova entrada de energia elétrica. A reforma é fundamental para que a escola retome o seu funcionamento, já que em agosto de 2019 o Ministério Público interditou o local devido às condições precárias do ambiente. “A assinatura deste contrato traz um alívio para toda a comunidade escolar, tendo em vista que representa a garantia da retomada das atividades”, destacou o deputado Gabriel Souza.

O deputado Alceu Moreira reforçou a importância das obras para o município. “Contribuir para a educação da minha cidade natal é um orgulho enorme. Sei o quanto precisam de estrutura escolar e não mediremos esforços para atender a demanda”, disse Moreira.

O secretário José Stédile lembrou o trabalho conjunto entre as secretarias de Obras e da Educação. “Realizamos a substituição da empresa anterior que havia iniciado a reforma. Superada a pendência, cobraremos excelência e celeridade da nova responsável pelos serviços”, destacou, em referência a empresa Elétrica Energy Ltda, com sede em Santa Rosa, que assumirá as obras. A previsão é que a reforma seja concluída em até 180 dias.

“A obra representa tudo para a comunidade escolar”, resumiu a diretora Vivian Vieira dos Santos. Ela conta que desde a interdição, as aulas são ministradas num espaço alugado próximo à escola. “Nossa instituição é referência no município, mas estávamos perdendo diversos alunos devido a situação”, completou.

O prefeito de Terra de Areia, Aluísio Teixeira, o secretário executivo de gabinete, Pedro Henrique Gross, e a presidente do Conselho de Pais e Mestres (CPM) do município, Elenice Ferreira, também acompanharam a assinatura.

Com informações: Ascom/SOP RS

COMPARTILHE: