Corpo de Bombeiros cassa alvarás e interdita estabelecimento por comércio irregular de fogos de artifício

Corpo de Bombeiros fiscalizou cumprimento da lei do deputado Gabriel Souza

corpo de bombeiros comércioOperação do Corpo de Bombeiros vistoriou cerca de 100 estabelecimentos no estado.

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) deflagrou a Operação Réveillon, no dia 30 de dezembro, para fiscalizar o cumprimento da lei 15.364/2019. De autoria do deputado estadual Gabriel Souza (MDB), a legislação regulamenta o comércio de fogos de artificio no RS. O efetivo dos 12 Batalhões de Bombeiros Militares participou da fiscalização de estabelecimentos que comercializam os artefatos em todo o estado.

Na ação, 100 estabelecimentos foram vistoriados. Destes, cinco receberam notificações de correção de vistoria, 37 notificações de infrações foram expedidas e 10 alvarás cassados. Um estabelecimento teve interdição total. O deputado Gabriel, que havia solicitado ao Corpo de Bombeiros a realização de ações de fiscalização, comemorou o resultado. “Quem insistiu em não cumprir a legislação acabou sofrendo as sanções previstas. Parabenizo todos os envolvidos nesta operação, que traz mais segurança e bem-estar à população”, destaca Souza.

O Comandante-Geral do CBMRS, Coronel César Eduardo Bonfanti, explica que novas ações devem ser realizadas para coibir o comércio irregular. “Nós vamos aumentar a frequência dessas operações em 2020, visando prevenir incêndios e acidentes”, afirma Bonfanti.

Com informações: Ascom CBMRS