“Estou andando esse Rio Grande de coração e alma aberta, convicto que temos o melhor projeto”, afirma Gabriel

Pré-candidato participou de quatro encontros na coordenadoria do Alto Uruguai nesta quinta (12)

12/05/2022

Gabriel e o prefeito Pólis, anfitrião do encontro em Erechim | Fotos: Joel Vargas

O primeiro dia de roteiro do pré-candidato a governador do MDB-RS, deputado Gabriel Souza, na região do Alto Uruguai realizado nesta quinta-feira (12) contou com encontros microrregionais em São Valentim, Severiano de Almeida e Viadutos. À noite, foi a vez de Erechim receber o emedebista em um grande encontro que reuniu mais de 200 correligionários, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, além de lideranças estaduais, incluindo os deputados Márcio Biolchi e Gilberto Capoani. Na ocasião, tomaram posse os novos dirigentes do MDB de Erechim.

O pré-candidato a governador, que tem percorrido o estado há seis semanas – desde que seu nome foi escolhido pelo Diretório Estadual – reiterou que a força e o tamanho do MDB, com representação de 135 prefeitos, 124 vice-prefeitos e 1.158 vereadores, é visível em cada uma das cidades que ele já esteve. “Por onde eu vou, por onde eu ando, eu confirmo o que os números já mostram: o MDB realmente é o maior partido desse estado. Estou andando esse Rio Grande de coração e alma aberta, convicto que temos o melhor projeto”, assegurou. Gabriel elogiou a organização da coordenadoria do Alto Uruguai, em nome do presidente municipal do partido, Edgar Marmentini e do prefeito de Erechim, Paulo Pólis. A região, composta por 31 municípios, governa 11 municípios, além de 7 vice-prefeitos e 77 vereadores.

Prefeito por três oportunidades de Sertão e deputado estadual no seu quarto mandato, Gilberto Capoani parabenizou a mobilização da coordenadoria do MDB do Alto Uruguai e declarou: “eu saio energizado desta região cada vez que eu estou aqui”. Sobre o colega de bancada e pré-candidato a governador, Capoani enalteceu a capacidade, a liderança e a competência do emedebista, desde o período que ele foi líder do Governo José Ivo Sartori. “No ano passado, em um período muito difícil da pandemia, Gabriel liderou um movimento que resultou no repasse de R$ 90 milhões para os hospitais do estado. Só para o Santa Terezinha foi destinado R$ 1,5 milhão para auxiliar o atendimento dos gaúchos”, disse.

O deputado federal Márcio Biolchi, que foi chefe da Casa Civil do Governo Sartori no mesmo período em que Gabriel foi líder na Assembleia Legislativa, recordou as ações realizadas naquela gestão para reequilibrar as contas do Estado. “Sob a liderança do Gabriel nós semeamos algo que o Rio Grande poderá colher por muitos anos. Nós vamos comprovar o que ele, com a atuação e o protagonismo que ele teve nas mudanças promovidas nos últimos oito anos”, ressaltou. E arrematou: “eu quero um governador que faça o melhor para o Rio Grande do Sul e o Gabriel é o único pré-candidato que não significa o rompimento com as conquistas que o RS possui”.

Sobre representar a continuidade do projeto iniciado no Governo Sartori, Gabriel reiterou que não é possível que o Rio Grande do Sul tenha retrocessos. Especialmente depois de todas as medidas implantadas pelo Palácio Piratini e aprovadas pela Assembleia Legislativa nos últimos oito anos. “O Estado só vai poder cumprir as suas funções com a sociedade e entregar os serviços públicos de qualidade se tiver dinheiro para tanto. E para isso precisamos de gestores comprometidos com o equilíbrio financeiro e controle dos gastos públicos”, complementou o emedebista.

Na foto tradicional da pré-campanha, emedebistas demonstram apoio a Gabriel Souza

Futuras gerações

Em cada um dos encontros, Gabriel compartilhou a sua preocupação com a educação e o futuro das próximas geração após o impacto da pandemia. Segundo ele, é preciso construir um grande plano para a área, a fim de minimizar os efeitos do déficit de aprendizagem e qualificar a juventude para o novo momento que vive a sociedade. “Se não garantirmos condições de aprendizagem conectada com as novas tecnologias, teremos um problema gravíssimo de inserirmos os jovens neste novo mercado de trabalho, cada vez mais moderno”, afirmou.

Pré-candidato ao governo do Estado defende a educação e a primeira infância como áreas prioritárias

O deputado também falou sobre a importância do cuidado e da assistência integral para as crianças de 0 a 6 anos e do programa Primeira Infância Melhor (PIM) – criado no RS no Governo de Germano Rigotto – para oferecer condições de desenvolvimento infantil. “Precisamos revitalizar e ampliar o PIM para que ele chegue a mais municípios. Para isso, são necessárias ações para sensibilizar as prefeituras a aderirem ao programa, incentivá-los com mais recursos e investir na formação das equipes técnicas”, explicou.

Galeria de fotos

Clique aqui e veja as fotos do encontro em São Valentim

Clique aqui e veja as fotos do encontro em Severiano de Almeida

Clique aqui e veja as fotos do encontro em Viadutos

Clique aqui e veja as fotos do encontro em Erechim