Gabriel defende aviação agrícola como instrumento para produtividade sustentável

Parlamentar participou nesta quarta-feira, 1º de agosto, do maior encontro aeroagrícola do Brasil

01/08/2019

O deputado foi um dos convidados do fórum "A política e desenvolvimento do agronegócio brasileiro" | Foto: Marluci Stein

Convidado para participar do Congresso da Aviação Agrícola do Brasil, o deputado estadual Gabriel Souza foi um dos painelistas do fórum “A política e desenvolvimento do agronegócio brasileiro”, realizado na tarde desta quarta-feira, 1º de agosto, em Sertãozinho – SP. O parlamentar defendeu o uso da aviação agrícola como um dos principais instrumentos para aumentar a produtividade nas lavouras de maneira sustentável.

Gabriel criticou um projeto de lei (263/2014), em tramitação na Assembleia Legislativa gaúcha, que proíbe a pulverização de defensivos agrícolas aplicada por avião. “Proibir a aviação agrícola no
Rio Grande do Sul, um dos estados com maior produção de grãos e exportador de commodities, é um atraso para o nosso país”, disse o deputado.  A inclusão da proibição da aviação agrícola nos planos de manejo, como da Área de Proteção Ambiental (APA) do Banhado Grande, também foi criticada pelo parlamentar. De acordo com dados da Emater, divulgados neste ano, estado deverá colher quase 32 milhões de toneladas de grãos na safra de verão — a segunda maior da história.

Integrante da Comissão de Meio Ambiente na Assembleia, Gabriel defendeu que a prática da aviação agrícola pode unir tecnologia e sustentabilidade. “Temos nas mãos um instrumento de aumento da produtividade, mas também de proteção e desenvolvimento sustentável junto ao meio ambiente”, afirmou. O Rio Grande do Sul é o segundo estado no país com o maior número de aeronaves agrícolas: 427 aviões, segundo levantamento junto à Agência Nacional de Aviação Civil (o primeiro lugar do ranking é o Mato Grosso, com 464 aviões).

Mediado pelo jornalista Cláudio Correia, o Fórum teve a participação do chefe de Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário do Ministério da Agricultura, Carlo Venâncio, do prefeito de Poxoréu/MT, Nelson Paim, do secretário de Desenvolvimento Econômico de Sertãozinho, Paulo Galo, e do conselheiro do Canal Rural, Donário Lopes.

O Congresso, promovido pelo Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrócila (Sindag), é o maior encontro aeroagrícola do País e um dos maiores eventos do mundo no setor. Além de mostrar as novidades do segmento, o evento debate a contribuição da atividade para o aumento da produtividade de agricultura brasileira.