Gabriel Souza apresenta projeto para prefeitos da Costa Doce

Pré-candidato a governador foi um dos painelistas de evento da Acostadoce nesta terça-feira (10)

11/05/2022

Gabriel falou para prefeitos e representantes da região da Costa Doce | Fotos: Joel Vargas

Convidado para a posse do novo presidente e aniversário de 50 anos da Associação dos municípios da Costa Doce (Acostadoce), o pré-candidato a governador pelo MDB-RS, Gabriel Souza, foi um dos painelistas do evento, realizado na noite dessa terça-feira (10), no Clube Camaquense, em Camaquã. Na presença dos prefeitos dos 12 municípios que compõem a entidade, o deputado apresentou o projeto que defende para o Rio Grande, com um olhar cuidadoso sobre os municípios.

“Só um Estado com as contas equilibradas pode investir de maneira eficaz e uniforme em regiões com grande potencial, como a Costa Doce gaúcha”, disse o emedebista, ao reforçar seu compromisso em estabelecer um governo ágil, com menos burocracia, responsável e com mais entregas à população, oportunizando mais desenvolvimento. O encontro contou ainda com a presença de membros do partido na cidade, como a presidente Carminha Nunes, além do pré-candidato a deputado estadual Edivilson Brum.

“Minha pré-candidatura não é somente uma continuidade dos últimos oito anos. É o passo seguinte, um passo à frente”, afirmou Gabriel

No dia previsto para a votação final do Regime de Recuperação Fiscal, na Assembleia Legislativa, o pré-candidato destacou a necessidade de equilíbrio das contas públicas para que o Estado possa investir recursos nas áreas que realmente impactam a população. Também ressaltou a capacidade econômica da Costa Doce, região com oportunidades de crescimento na área do turismo, na produção agroindustrial e na geração de energia através de parques eólicos.

Gabriel encerrou sua participação falando sobre a continuidade da agenda de reformas no Rio Grande, mas reforçando a evolução do seu programa, baseado no equilíbrio fiscal, desenvolvimento regional e políticas eficazes pela educação e primeira infância. “Minha pré-candidatura não é somente uma continuidade dos últimos oito anos. É o passo seguinte, um passo à frente”, disse ele, também refutando a polarização acentuada em todo o país. “Não podemos olhar para esquerda ou para a direita quando se trata da saúde, da educação e do emprego das pessoas. Precisamos ter o foco em melhorar a vida delas”, finalizou.

Clique aqui e confira as fotos do encontro