PL da Cidadania Digital recebe parecer favorável na Comissão de Educação

Crédito: iStock

Na manhã desta terça-feira, 11 de agosto, o projeto de lei (404/20219) que inclui a Cidadania Digital no currículo das escolas gaúchas recebeu parecer favorável do relator, deputado Ruy Irigaray (PSL), na Comissão de Educação. A proposta, que busca ensinar as crianças sobre o uso responsável e apropriado da tecnologia, é de autoria do deputado Gabriel Souza, subscrita pelo deputado Vilmar Zanchin, ambos do MDB.

A partir desta legislação, o Rio Grande do Sul pode ser pioneiro na criação da Política de Educação Digital. “As escolas têm um papel muito importante, na medida que são capazes de tornar a cidadania digital um conteúdo pedagógico. É um tema fundamental para o presente e futuro de nossa sociedade”, destaca Souza.

Colocado em discussão, o parecer teve pedido de vista da deputada Sofia Cavedon (PT). Com isso, a votação do parecer deve acontecer na próxima reunião da Comissão de Educação, na próxima terça-feira.

Inspiração

A proposta é inspirada no exemplo do Estado de Utah, nos Estados Unidos, que inovou e criou o programa Cidadania Digital (https://digcitutah.com ). A iniciativa incluiu na base curricular das escolas atividades para ensinar “boas maneiras” digitais no ambiente escolar -, além de fornecer orientações aos educadores para que se transformem em disseminadores da cultura digital do bem.